Home
últimas
Famosos Brasileiros
Famosos Internacionais
Famosos na praia
Filhos de famosos
Fotos de famosos
Vídeos
Namoro
Instagram dos famosos
Principais notícias
Todos os temas
Novelas
Novela A Dona do Pedaço
Novela Órfãos da Terra
Novela Verão 90
Malhação - Toda Forma de Amar
As Aventuras de Poliana
Novela Topíssima
Novela Jezabel
Resumo de novelas
TV
Domingão do Faustão
BBB19
Mais Você
Encontro com Fátima
Caldeirão do Huck
Fantástico
Famosos
Bruna Marquezine
Marina Ruy Barbosa
Sasha
Anitta
Grazi Massafera
Ivete Sangalo
Giovanna Antonelli
Meghan Markle
Chay Suede
Letícia Colin
Camila Queiroz
Sabrina Sato
Michel Teló
Juliana Paes
Cabelos
Make
Moda
Dieta & Saúde
Beleza & Estética

Cronograma capilar: como fazer limpeza, hidratação, nutrição e reconstrução

Compartilhe no Facebook
Um cronograma capilar é uma espécie de agenda que inclui 4 passos: limpeza, hidratação, nutrição e reconstrução, tratamentos que devem ser feitos em dias específicos da semana para repor os nutrientes certos aos fios. Se você não sabe por onde começar a fazer o cronograma, chegou ao lugar certo: na Beauty Fair, a maior feira de beleza das Américas, que rolou em São Paulo, conversamos a Técnica da INOAR, Aline Rodrigues, que preparou um guia completo sobre cada etapa do cronograma.

O cronograma capilar faz um mega sucesso entre cacheadas, crespas e entre quem está na transição capilar, ou seja, quem abandonou a química para voltar ao cabelo natural. Mas essa agenda de tratamentos pode ser feita em qualquer tipo de cabelos, desde os lisos e os ondulados até os fios com química. Só que o cronograma capilar não precisa - e nem deve ser! - igual para todos os tipos de cabelo. Por isso, a expert no assunto, Aline Rodrigues, contou ao Purepeople os tipos de produtos necessários para cada etapa, o passo a passo de como fazer e a diferença da limpeza em fios naturais e com química.

Veja também

A etapa da limpeza no cabelo natural

Muita gente conhece o cronograma capilar somente por hidratação, nutrição e reconstrução, mas a etapa da limpeza é importante para preparar o cabelo para receber os produtos. Para as donas de cabelos naturais e oleosos, Aline indica shampoos com flor de laranjeira, que têm ação refrescante e revitalizante. "Ele usa o ativo da flor de laranjeira para limpar esse excesso de oleosidade e pode ser utilizado diariamente", indica. Uma boa dica é o Shower Gel Cabelo e Corpo, da linha Natural Collection. Já para cacheados e crespos de todos os tipos que não têm coloração, a linha mais indicada é a Afro Vegan, que contém Manteiga de Karité e óleo de Rícino. "Essa composição vai ajudar no fortalecimento e na nutrição do fio. O uso contínuo vai deixar o cabelo mais equilibrado e com suavidade", indicou, lembrando também das linhas "Meu Cacho Meu Crush", que têm vitaminas e Colágeno.

A etapa da limpeza para cabelos coloridos

Para cabelos com química, principalmente os coloridos, o shampoo precisa proteger a cor sem deixar o cabelo ressecado. Aline citou a linha Blends, que evita o desbotamento da nuance, seja ela platinada ou fun colors, como violeta, rosa e azul. "Esse shampoo pode ser de uso diário ou toda vez que a pessoa lavar. Essa manutenção é possível por conta da vitamina C que faz parte dos compostos e tem uma ótima ação antioxidante que, junto com ele, o blend de óleos de coco - que é queridinho de famosas, abacate e argam. O cabelo com química tem falta desses ativos e, com a química, ele automaticamente perde nutrição", explica.

A etapa da hidratação: 'quando fica com toque áspero'

A hidratação é a etapa mais importante e deve ser feita nos cabelos com química ou naturais para devolver a água que os fios perdem. "Fazendo hidratações semanais, em um mês a pessoa já sente uma diferença real no fio. O cabelo perde umidade natural com o uso do secador, da chapinha, exposição ao sol, poeira. Um sintoma claro que o cabelo está sem hidratação é quando ele fica opaco e com toque áspero. Para essa recuperação, a linha Oil Vegan tem azeite de oliva e óleo de coco que, combinados, devolvem a hidratação dos fios e os lipídios, que são fundamentais para a nutrição", indicou a expert. "Se a pessoa tem cabelos oleosos, só pode usar o Oil Vegan no comprimento e pontas, da orelha para baixo". A mesma dica serve para quem tem corte chanel ou pixie. "Tem que dar uma distância de 2 a 3 dedos da raiz". A dica é usar o produto a cada 15 dias, deixando agir nos fios por 30 minutos antes do banho.

As etapas da nutrição e da reconstrução

A nutrição e a reconstrução precisam ser feitas depois da hidratação. Para saber se o cabelo precisa de nutrição, os os sinais os seguintes. "Ele começa a embaraçar muito, além de ser seco, opaco e não ter um toque agradável", indica a expert, citando as linhas Oil Vegan e a Doctor. "Essa linha já é um cronograma capilar pronto, que têm uma máscara de hidratação, nutrição e reconstrução. A pessoa utiliza uma vez por semana", indica. A mesma linha também pode ser usada na etapa de reconstrução. "Essa linha tem um shampoo reconstrutor, um segundo passo do tratamento reconstrutor e um leave-in de proteção térmica".

Passo final: condicionamento e finalização

Depois de fazer qualquer etapa do cronograma capilar com as máscaras de tratamento, a expert da INOAR indica, sempre, aplicar um condicionador para fechar as cutículas dos fios. "A cutícula é o escudo do cabelo. Selada, ela está protegendo a parte interna do fio, onde está a resistência, a umidade, os nutrientes. Geralmente, o pH dos produtos já selam um pouco as cutículas, mas se você não condicionar, não existe uma garantia de um resultado eficiente", explica. Para finalizar, o leave-in é essencial. "Caso a pessoa seque ou faça chapinha todos os dias, é recomendado que ela o use após a lavagem, para criar uma camada de proteção térmica".

(Apuração de Patrick Monteiro e texto de Beatriz Doblas)

Acompanhe também as últimas notícias dos famosos pelo nosso Facebook.