Home
últimas
Famosos Brasileiros
Famosos Internacionais
Famosos na praia
Filhos de famosos
Fotos de famosos
Vídeos
Últimos stories
Sertanejo
Namoro
Instagram dos famosos
Principais notícias
Todos os temas
Novelas
Malhação - Viva a Diferença
Novela Haja Coração
Novela Laços de Família
Novela Flor do Caribe
Novela A Força do Querer
Novela Amor Sem Igual
Novela Salve-se Quem Puder
Novela Nos Tempos do Imperador
Novela Amor de Mãe
Resumo de novelas
TV
BBB21
Domingão do Faustão
Masterchef Brasil
Caldeirão do Huck
Mais Você
Encontro com Fátima
Fantástico
Cinema
Tapete vermelho
Estreias
Oscar
Cannes
Streaming
Festival do Rio
Angelina Jolie
Jennifer Aniston
Brad Pitt
Tom Cruise
Famosos
Bruna Marquezine
Marina Ruy Barbosa
Sasha
Anitta
Grazi Massafera
Ivete Sangalo
Kate Middleton
Meghan Markle
Marilia Mendonça
Gusttavo Lima
Andressa Suita
Sabrina Sato
Larissa Manoela
Juliana Paes
Beleza & Estilo
Cabelos
Make
Moda
Primavera/Verão
Outono/Inverno
Dieta & Saúde
Beleza & Estética
Verão 2020

Rodrigo Phavanello assume lugar de Dado Dolabella em 'Vitória': 'Às pressas'

No começo da semana, Rodrigo Phavanello curtia uns dias de férias em Campinas, no interior de São Paulo, quando recebeu um telefonema da direção da Rede Record pedindo para que ele voltasse "às pressas" ao Rio de Janeiro para gravar a novela "Vitória". O motivo, o ator explica:

"Pediram para eu tapar o buraco deixado por Dado (Dolabella), que teria o contrato rescindido. Mas não o estou substituindo, pois não faremos o mesmo personagem. Eu já estava reservado para novela", afirma o ator, que conversou com o Purepeople enquanto seguia para uma reunião nos estúdios da emissora, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, nesta quinta-feira (24).

Phavanello jura estar alheio à confusão criada por Dado Dolabella nos bastidores da novela. "Ele é um amigo querido, gente boa... Não sei de nada, pois estava descansando", garante o ator.

Ainda surpreso com a antecipação de sua volta à TV, ele fará o mesmo personagem para o qual já estava escalado: Rafael, um advogado criminalista que luta jiu-jítsu. Phavanello conta que irá 'substituir' Dado apenas no campo amoroso, já que entra para formar o trio central da história ao lado de Bruno Ferrari e Thais Melchior.

Corrida contra o tempo

A novela "Vitória" tem estreia prevista para junho e Dado Dolabella já havia gravado vários capítulos da trama escrita por Cristiane Fridmann. A demissão do ator, que tinha contrato com a Record até 2015, se deve pelo fato de, durante gravações de trama em Curaçao, no Caribe, ele ter empurrado o coordenador de produção Carlos Henrique Andrade Araújo.

"Dado já foi notificado sobre a rescisão do contrato. Esta não é a primeira história de agressão envolvendo o ator e, desta maneira, ficou difícil levar o contrato adiante", afirma a assessoria de imprensa da Record. O ator ficará no ar por apenas sete capítulos e depois terá que deixar o folhetim.

Demitido

O profissional agredido por Dado registrou queixa na 42ª DP (Recreio dos Bandeirantes), na Zona Oeste do Rio, e declarou que o ator se irritou porque não havia café no set. O artista teria xingado a copeira presente no local, que começou a chorar. Carlos foi, então, acalmá-la e Dado não gostou dessa postura. O produtor teria sido empurrado em uma escada e, por causa disso, torcido o pé.

"A vítima foi ouvida e encaminhada para exame de corpo de delito. Convocamos agora a mulher que teria chorado após a ofensa de Dado e outras pessoas que estavam no local. Posteriormente, vamos chamar o ator também", informa ao Purepeople o delegado Marcos Cipriano, responsável pelo caso.

Em entrevista ao Purepeople, Dado negou a agressão e classificou a notícia como intriga da oposição". Mas, ao saber sobre a queixa na polícia, o ator se mostrou indignado.

"Que coisa maluca! Não recebi nenhuma notificação, mas, se for chamado, vou com certeza. Não devo nada a ninguém e não teve nada disso. Quem não deve, não teme", minimizou o ator. "Não sei se ele (o produtor) quer mídia ou ser mandado embora. Se quer sair da Record. Só sei que está querendo problema para a vida dele".

Histórico de confusões

O novo episódio entra para o histórico de confusões que Dado possui. Uma das polêmicas mais antigas aconteceu em 2003, quando ele brigou com João Gordo durante a gravação "Gordo a Go-Go", na MTV. O apresentador ironizou o CD que Dado lançava na época e, assim, se iniciou uma briga, com direito a empurrões, insultos e quebra quebra no cenário.

A confusão mais conhecida, no entanto, envolve Luana Piovani, de quem ele foi noivo. Em 2008, a atriz estreava uma peça e, na montagem, ficava com os seios de fora. Dado teria ficado com ciúmes durante a festa para comemorar a estreia da peça e brigou com a noiva. A camareira Esmeralda de Souza Honório tentou defender Luana e acabou tendo o braço imobilizado após ser empurrada por Dado.

Após muitas idas e vindas na Justiça, o STJ manteve a condenação do ator a nove meses de prisão pela agressão à Luana, tendo como base a Lei Maria da Penha. Dado, no entanto, não irá cumprir pena. A agressão aconteceu em 2008 e a pena prescreveu em quatro anos, ou seja, em 2012. Já para Esmeralda, ele terá que indenizá-la em R$ 40 mil, mais correção monetária.

O histórico conta ainda com uma confusão com a modelo Viviane Sarahyba, com quem Dado se casou após o romance com Luana Piovani. Ela o processou na Justiça por supostas agressões físicas que sofria no período em que ficou com o ator. Ele, no entanto, foi absolvido da acusação pela Justiça. "A verdade demora e não é tão polêmica quanto a mentira, mas vem à tona", comemorou Dado na época da decisão.

(Por Renata Mendonça)

Acompanhe também as últimas notícias dos famosos pelo nosso Facebook.