Home
últimas
Famosos Brasileiros
Famosos Internacionais
Famosos na praia
Filhos de famosos
Fotos de famosos
Vídeos
Namoro
Instagram dos famosos
Principais notícias
Todos os temas
Novelas
Novela Amor de Mãe
Novela Éramos Seis
Novela Salve-se Quem Puder
Malhação - Toda Forma de Amar
As Aventuras de Poliana
Novela Amor Sem Igual
Resumo de novelas
TV
BBB20
Domingão do Faustão
Masterchef Brasil
Caldeirão do Huck
Mais Você
Encontro com Fátima
Fantástico
Cinema
Tapete vermelho
Estreias
Oscar
Cannes
Festival do Rio
Angelina Jolie
Jennifer Aniston
Brad Pitt
Tom Cruise
Leonardo Dicaprio
Famosos
Bruna Marquezine
Marina Ruy Barbosa
Sasha
Anitta
Grazi Massafera
Ivete Sangalo
Kate Middleton
Meghan Markle
Marilia Mendonça
Gusttavo Lima
Camila Queiroz
Sabrina Sato
Michel Teló
Juliana Paes
Beleza & Estilo
Cabelos
Make
Moda
Dieta & Saúde
Beleza & Estética
Carnaval

Zeca Pagodinho comemora inocência em caso de fraude: 'Não toco no que não é meu'

Compartilhe no Facebook
Cantor foi acusado em 2008 de irregularidades no pagamento de um show

Em dezembro de 2015, o cantor Zeca Pagodinho foi condenado por fraude no contrato de um show realizado em 2008. Mas, na tarde desta sexta-feira (04), o artista foi inocentado das acusações, como afirmou seu advogado. "A contratação do Zeca foi feita dentro da lei e por isso ele foi absolvido por unanimidade".

Na época, o cantor fã de Ludmilla foi acusado depois que observaram irregularidades na 15ª Expoagro, evento realizado em Brasília. Na ação, o Ministério Público afirmou que houve superfaturamento na contração do artista que já cometeu uma gafe com a apresentadora Xuxa.

Em conversa com o Purepeople, Zeca desabafou. "Tem uma coisa que o meu pai me ensinou: nunca tocar no que não é meu. E eu não toco. Isso tudo aconteceu porque tinha gente querendo ganhar fama com esta história", disse ele. Sobre abrir um processo por danos morais, Zeca desanima. "Não vou processar ninguém. Já gastei bastante com advogado e nunca mais vou ver este dinheiro. Agora é bola pra frente".

Banda Aviões do Forró é alvo da Polícia Federal

Recentemente quem teve problemas com a justiça foi a Aviões do Forró. O alvo da investigação era a empresa A3 Entretenimento, que administra a banda, liderada por Solange Almeida e Xand Avião, entre outras.

Segundo o órgão, as investigações mostravam que a empresa estaria fornecendo dados falsos e omitindo informações em suas declarações de imposto de renda, para livrar-se da cobrança de tributos, além da possível ocorrência de lavagem de capitais, falsidade ideológica e associação criminosa. Depois desta ação, cantores sertanejos e de forró foram proibidos de ostentar na web.

(Por Carmen Lúcia)

Acompanhe também as últimas notícias dos famosos pelo nosso Facebook.