Home
últimas
Famosos Brasileiros
Famosos Internacionais
Famosos na praia
Filhos de famosos
Fotos de famosos
Vídeos
Namoro
Instagram dos famosos
Principais notícias
Todos os temas
Novelas
Novela A Dona do Pedaço
Novela Bom Sucesso
Novela Éramos Seis
Malhação - Toda Forma de Amar
As Aventuras de Poliana
Novela Topíssima
Novela Amor de Mãe
Resumo de novelas
TV
Domingão do Faustão
Masterchef Brasil
Caldeirão do Huck
Mais Você
Encontro com Fátima
Fantástico
Famosos
Bruna Marquezine
Marina Ruy Barbosa
Sasha
Anitta
Grazi Massafera
Ivete Sangalo
Kate Middleton
Meghan Markle
Marilia Mendonça
Gusttavo Lima
Camila Queiroz
Sabrina Sato
Michel Teló
Juliana Paes
Beleza e estilo PB valendo 27/08/19
Cabelo
Make
Moda
Dieta & Saúde
Beleza & Estética
Especial Arezzo valendo

Cleo e irmã recordam depressão e distúrbio alimentar: 'Difícil pedir ajuda'

Compartilhe no Facebook
Cleo e Antonia Morais recordaram que já enfrentaram depressão e distúrbio alimentar e de imagem durante entrevista ao 'Conversa com Bial'. 'Você se vê de um jeito que depois de um tempo você olha e fala 'gente, eu era magra!' e 'porque me via de um jeito que não era?'', apontou a filha mais velha de Gloria Pires. 'Tomei muito remédio para emagrecer e eles mexiam com a minha cabeça. Tive depressão, paranoica, crise de pânico', completou Antonia

Cleo a irmã Antonia Morais admitiram que já sofreram de depressão e distúrbio de imagem ao participarem do "Conversa com Bial". O assunto veio à tona quando o entrevistador resgatou um post da filha de Gloria Pires e Orlando Morais. "Me matava um pouquinho todos os dias porque odiava a imagem que me via no espelho", escreveu Antonia, que já havia relatado vício em dietas. "É muito doido porque quando você está passando por uma situação dessa e acho que no meu caso foi uma junção de várias coisas, um pouco de depressão, de distúrbio. Tomei muito remédio para emagrecer e eles mexiam com a minha cabeça. Tive depressão, paranoica, crise de pânico, achava que era seguida o tempo todo", contou a atriz, no programa exibido na madrugada desta quarta-feira (28).

'Mistura de sentimentos te impedem pedir ajuda', apontou Antonia

A noiva de Wagner Santisteban, com quem se relaciona há quase quatro anos, acrescentou que não conseguia buscar auxílio. "Para mim era difícil elaborar com outras pessoas. Você tem um pouco de vergonha, não quer assumir para você. É uma mistura de sentimentos que te impedem de pedir ajuda. Você vai dando pequenos sinais. Contei quando tinha me curado e não tomava mais os remédios", explicou Antonia, adepta de uma dieta raw food. Em seguida, a filha de Gloria e Fábio Jr. reforçou as palavras da irmã contando que também enfrentou o distúrbio de imagem. "Acho que a gente passou por coisas muito parecidas. Você se vê de um jeito que depois de um tempo você olha e fala 'gente, eu era magra!' e 'porque me via de um jeito que não era?'. Acho que é um distúrbio da forma como você se vê", analisou Cleo.

'A pressão estética é fortíssima', definiu Cleo

A irmã de Fiuk afirmou ainda ter tomado remédios nesse período. "Um distúrbio alimentar que você toma coisas que tiram totalmente a sua fome e de repente você passa por alguma coisa emocional, que fica desequilibrada, e você come o pé da mesa. Não tem fim. Você come até passa mal mesmo. Você acorda pensando no que vai comer. Você dorme pensando no que comeu. E que desespero vai ser se você acordar com muita vontade de comer. Aí tem a foto, o vídeo, o evento, a roupa", enumerou ela, submetida a lipoaspiração em março. Para a primogênita de Gloria, não são apenas as famosas que enfrentam esse problema. "Isso não é um mérito só nosso. Acho que qualquer mulher que esteja dentro de um padrão que é aceito passam por esse tipo de pressão estética fortíssima", opinou a atriz, alvo de comentários maldosos por conta do corpo.

'Tive quadro de depressão séria, mas me tratei', recordou Cleo

Cleo recordou ainda ter enfrentado quadros de depressão. "É muito sério esse assunto. Não é assim um dia de tristeza, 'hoje quero ficar na cama'. Não é isso. É uma doença, só que você não vê. Então, as pessoas tendem a não levar a sério. Acham que é drama, preguiça. E não é. Se você não tratar, resulta em coisas muito sérias. As pessoas têm que estar atentas às outras. É difícil pedir ajuda, você não sabe falar sobre isso. Você já está com tanta dor e tem medo de falar uma coisa, a pessoa não entender, falar um negócio errado e você não vai entender", desabafou. E assegurou que as críticas na web mexem com seu emocional. "No meu caso, sim, piora. Tem momentos horríveis, mas tenho apoio. Algumas pessoas são meu fechamento e eu me trato. Quanto tive quadro de depressão séria, crise, eu me tratei, tomei remédio", frisou. "Mas faço piadas com a minha condição, comigo, porque a vida também é maravilhosa e a gente tem que rir", ponderou.

(Por Guilherme Guidorizzi)

Acompanhe também as últimas notícias dos famosos pelo nosso Facebook.