Home
últimas
Famosos Brasileiros
Famosos Internacionais
Famosos na praia
Filhos de famosos
Fotos de famosos
Vídeos
Últimos stories
Sertanejo
Namoro
Instagram dos famosos
Principais notícias
Todos os temas
Novelas
Malhação - Viva a Diferença
Novela Totalmente Demais
Novela Laços de Família
Novela Flor do Caribe
Novela A Força do Querer
As Aventuras de Poliana
Novela Amor Sem Igual
Novela Salve-se Quem Puder
Novela Amor de Mãe
Novela Nos Tempos do Imperador
Resumo de novelas
TV
A Fazenda 12
Domingão do Faustão
Masterchef Brasil
Caldeirão do Huck
Mais Você
Encontro com Fátima
Fantástico
Cinema
Tapete vermelho
Estreias
Oscar
Cannes
Streaming
Festival do Rio
Angelina Jolie
Jennifer Aniston
Brad Pitt
Tom Cruise
Famosos
Bruna Marquezine
Marina Ruy Barbosa
Sasha
Anitta
Grazi Massafera
Ivete Sangalo
Kate Middleton
Meghan Markle
Marilia Mendonça
Gusttavo Lima
Camila Queiroz
Sabrina Sato
Michel Teló
Juliana Paes
Beleza & Estilo
Cabelos
Make
Moda
Primavera/Verão
Outono/Inverno
Dieta & Saúde
Beleza & Estética

Halle Berry depõe a favor de lei contra assédio de paparazzi a filhos de famosos

Halle Berry e Jennifer Garner testemunharam nesta terça-feira (13) na Assembleia Legislativa da Califórnia ante uma comissão para defender um projeto de lei que tem como objetivo impedir o assédio dos paparazzi aos filhos das estrelas sem consentimento.

A esposa de Ben Affleck, Jennifer Garner, pediu aos parlamentares que prestem atenção no assédio a seus filhos.

"Quantas vezes você vê uma tragédia acontecer e diz: 'Ah, havia tantos sinais de alerta, por que ninguém prestou atenção?'", falou, em um depoimento emocionado, Jennifer Garner, segundo o canal de TV KTLA.

Hale Berry é uma das maiores defensoras do projeto. A atriz, que compareceu à comissão um dia antes de completar 47 anos , é mãe de Nahla, de 5 anos, fruto do relacionamento com o modelo Gabriel Aubrey, e está grávida de sete meses do atual marido, Olivier Martinez. De acordo com Hale, Nahla tem medo de ir à escola por causa dos fotógrafos.

"Não somos apenas celebridades que se queixam. Somos mães que tentam proteger nossos filhos", afirmou a atriz em depoimento. O projeto eleva de seis meses para um ano a pena máxima para esse tipo de comportamento, e aumenta a multa de US$ 1.000 para US$ 10 mil.

Alguns veículos são contrários ao projeto e alegam que ele restringirá a apuração de notícias. Em nota, o senador democrata Kevin De Leon, que apoia a lei, afirma que ela é importante para proteger as crianças de perseguições e situações perigosas.

"Nenhuma criança, seja qual for a ocupação de seus pais, deveria ficar sujeita a perseguições. Aumentando as penas e autorizando ações civis, (a lei) terá um efeito significativo naqueles que considerarem atormentar os membros mais vulneráveis e indefesos da nossa sociedade", afirmou o senador.

Acompanhe também as últimas notícias dos famosos pelo nosso Facebook.