Home
últimas
Famosos Brasileiros
Famosos Internacionais
Famosos na praia
Filhos de famosos
Fotos de famosos
Vídeos
Namoro
Instagram dos famosos
Principais notícias
Todos os temas
Novelas
Novela Amor de Mãe
Novela Éramos Seis
Novela Salve-se Quem Puder
Malhação - Toda Forma de Amar
As Aventuras de Poliana
Novela Amor Sem Igual
Resumo de novelas
TV
BBB20
Domingão do Faustão
Masterchef Brasil
Caldeirão do Huck
Mais Você
Encontro com Fátima
Fantástico
Cinema
Tapete vermelho
Estreias
Oscar
Cannes
Festival do Rio
Angelina Jolie
Jennifer Aniston
Brad Pitt
Tom Cruise
Leonardo Dicaprio
Famosos
Bruna Marquezine
Marina Ruy Barbosa
Sasha
Anitta
Grazi Massafera
Ivete Sangalo
Kate Middleton
Meghan Markle
Marilia Mendonça
Gusttavo Lima
Camila Queiroz
Sabrina Sato
Michel Teló
Juliana Paes
Beleza & Estilo
Cabelos
Make
Moda
Dieta & Saúde
Beleza & Estética
Carnaval

Libertação! Francesa defende sangramento livre na menstruação em livro. Entenda

As mulheres estão buscando cada vez mais novos métodos para lidar com a menstruação. Uma técnica que vem ganhado cada vez mais adeptas é a do sangramento livre, que conta com uma forma de reter o sangue sem o uso de absorventes. A naturopata francesa Jessica Spina escreveu o livro 'O Fluxo Instintivo Livre: a Arte de Evitar Absorventes', no qual detalha sobre a técnica e estimula o conhecimento corporal

Falar sobre menstruação sem tabus é libertador! Só agora, em pleno século XXI, que o assunto começa a ser tratado mais abertamente e figuras públicas como a apresentadora Maisa Silva fortalecem esse movimento. Se você deseja conhecer novos métodos e deixar os tradicionais absorventes de lado, o Purepeople te ajuda a buscar novas possibilidades. A escolha é sua! Alguns métodos são mais ecológicos, como as calcinhas absorventes, e outros menos, como o próprio absorvente. Uma prática que tem conquistado adeptas e é totalmente eco friendly é o sangramento livre. Livre do uso de qualquer barreira, o free bleeding, como é chamado em inglês, consiste numa consciência corporal para prender o sangue e liberar o fluído no banheiro, por exemplo. Se você ficou curiosa sobre o método, nós tiramos algumas dúvidas e trazemos informações. Veja a seguir!

Musculatura pélvica ajuda no sangramento livre

Ao contrário do que o nome diz, sangramento livre não é deixar que o sangue escorra livremente, sem algum tipo de controle. Ele consiste em prender o fluxo até o ponto que a mulher possa liberar o sangue no banheiro. Um aspecto essencial para o método é a musculatura pélvica, por isso o pompoarismo, exercícios que permitem um fortalecimento do assoalho pélvico, é um grande aliado. Esse método dispensa qualquer tipo de proteção. Algumas adeptas, no entanto, aconselham o uso de calcinhas absorventes, como as usadas pela apresentadora Bela Gil, ou quando for à praia, os biquínis com a tecnologia absorvente, pelo menos durante a noite e até no início para evitar qualquer tipo de incidente.

Método estimula o conhecimento corporal: 'É uma libertação'

A naturopata francesa Jessica Spina escreveu o livro "O Fluxo Instintivo Livre: a Arte de Evitar Absorventes", uma espécie de guia sobre a técnica que conta todas as suas descobertas sobre o que foi para ela algo libertador. "É uma espécie de libertação de algumas crenças de que a mulher não pode controlar seu corpo. Na verdade, é apenas uma questão de as mulheres se conhecerem, se estudarem e terem o domínio de seu organismo", disse a naturopata (profissional dedicada à terapia holística e defensora de tratamentos e práticas naturais como filosofia de vida). Segundo as adeptas, o corpo envia sinais antes de liberar o sangue, e basta reconhecê-los. "Algumas vão saber que é hora de ir ao banheiro sentindo alguma dor no ventre; outras percebem uma espécie pressão no útero. Eu, por exemplo, não tenho nenhum sinal, mas eu sei quando a menstruação está descendo: às vezes acordo à noite porque sei que preciso ir ao banheiro eliminar meu fluxo", relatou a Youtuber Claire, dona do canal "Bicar & Co".

O sangue não pode ser segurado por muito tempo

Segundo Jessica, que realiza um estudo sobre o sangramento livre com 30 mulheres, ele só é possível por conta de pequenas cavidades no colo do útero. "Quando contraímos a vagina, o sangue que deveria sair pelo colo do útero fica nessas pequenas cavidades", explicou ela. A retenção, porém, não pode ser feita por horas e deve ser feita por alguns minutos. O sangue fica, na verdade, "armazenado" no canal vaginal até ser descartado, inclusive porque a musculatura não tem essa capacidade toda. Uma vantagem muita exaltada do sangramento livre, além de ajudar a natureza, é a economia financeira. Em média, uma mulher usa de 10 até 15 mil absorventes até a menopausa, cujos sintomas podem ser combatidos também de forma natural. O método é também uma forma de empoderamento, esse termo cada vez mais escutado por aí. Segundo as naturopatas, principais defensoras do método, as principais vantagens estão no conhecimento do corpo e a valorização da intuição feminina.

(Por Anna Wery)

Acompanhe também as últimas notícias dos famosos pelo nosso Facebook.
Sobre o mesmo tema