Home
Últimas
Famosos Brasileiros
Famosos Internacionais
Famosos na praia
Filhos de famosos
Fotos de famosos
Namoro
Sertanejo
Últimos Web Stories
Famosos do esporte
Instagram dos famosos
Gravidez das famosas
Look de famosos
Principais notícias
Todos os temas
Novelas
Novela Pantanal
Novela Cara & Coragem
Novela Além da Ilusão
Novela Carinha de Anjo
Novela Poliana Moça
Novela Reis
Novela A Favorita
Resumo de novelas
TV
Power Couple Brasil
Masterchef Brasil
A Fazenda
BBB 23
Reality Show
Domingão com Huck
Caldeirão
Mais Você
Encontro com Fátima
Séries
Filme 365 Dias
Casamento às Cegas Brasil
Cinema
Séries e filmes
Tapete vermelho
Estreias
Oscar
Cannes
Festival do Rio
Angelina Jolie
Jennifer Aniston
Brad Pitt
Tom Cruise
Famosos
Bruna Marquezine
Marina Ruy Barbosa
Virginia Fonseca
Sasha
Anitta
Grazi Massafera
Ivete Sangalo
Kate Middleton
Paolla Oliveira
Wanessa
Meghan Markle
Marilia Mendonça
Jade Picon
Andressa Suita
Sabrina Sato
Larissa Manoela
Casamento
Noivas
Looks para casamento
Make para casamento
Penteados para casamento
Inverno
Beleza & Estilo
Cabelos
Maquiagem
Cuidados com a pele
Moda
Primavera/Verão
Outono/Inverno
Beleza & Estética
Saúde e Bem-estar
Beleza Madura
Dieta
Astrologia
Coluna É Trend!
Home Silvio Santos

SBT à venda! Silvio Santos procura compradores com valor astronômico após 40 anos de história

SBT à venda! Silvio Santos procura compradores com valor astronômico após 40 anos de história
SBT à venda! Silvio Santos procura compradores com valor astronômico após 40 anos de história
11 fotos
Veja as fotos!
Silvio Santos está à procura de compradores para a sua emissora, o SBT, fundada há 40 anos. O apresentador tem história pessoal entrelaçada com a televisão, e preocupa possíveis compradores, além de pedir valor bilionário. Saiba!

Silvio Santos está vendendo o SBT, mas tem dificuldades de encontrar um comprador para o valor de cerca de R$ 1 bilhão. Os investidores têm receio de como seria o futuro da emissora sem o apresentador que a representou por tantos anos, assim como suas marcas de anunciantes, das próprias empresas da família de Silvio, que voltou às gravações recentemente após contrair Covid-19.

Segundo o "Notícias da TV", o apresentador, cujo look chamou a atenção em sua festa de 91 anos, teria autorizado dois representantes para iniciar o processo de venda da emissora, mas os investidores se preocupam.

"O SBT é o Silvio Santos. O Silvio quer R$ 1 bilhão para vender a TV. Mas quanto vale o SBT sem o Silvio e sem as empresas do grupo que anunciam no canal? O modelo de negócios foi montado para vender os produtos de Silvio.", avaliou um especialista que ouviu a proposta da emissora que vem sofrendo demissões.

Emissoras querem ser vendidas para o capital estrangeiro

Além disso, questões na legislação brasileira impedem a venda tanto do SBT quanto de outros conglomerados de mídia como a Band, Globo e RedeTV!, pelo menos para investidores de fora do Brasil. Tais empresas teriam interesse em abrir seu capital para o mercado internacional.

Entretanto, a Constituição federal limita a porcentagem de detenção de estrangeiros à grupos de mídia brasileiros em 30%, o que tem apoio de políticos, como o presidente Jair Bolsonaro, e das emissoras supracitadas para aumentar, de acordo com o "Notícias da TV".

Foi o mesmo portal que ouviu um executivo de televisão que explicou a situação hoje. "O cenário eleitoral será definido no próximo ano. Mesmo que Jair Bolsonaro se reeleja, há chances de a lei mudar para permitir a entrada de capital estrangeiro na mídia. É o que a maioria dos grupos de comunicação busca", garante ele.

Representante de Silvio Santos leva 'não' ao tentar vender o SBT por questão política

Ainda de acordo com o site, em reportagem de Guilherme Gavache, um representante de Silvio Santos teve proposta de venda da emissora negada por outro motivo, que não o valor: a instabilidade política do país, além da polarização, citada até mesmo em polêmicas recentes de outro cunho, como aquela entre Ícaro Silva e Tiago Leifert.

Na proposta em questão, o representante de Silvio Santos teria pedido valor menor ao original, de R$ 1 bilhão, mas acabou levando um "não" pela questão política.

Os investidores têm medo de que a polarização - e o que a mídia tem representado nesse cenário, já que as emissoras passaram a ser atreladas à certos posicionamentos políticos, como apoio ou rejeição ao presidente Jair Bolsonaro, por exemplo - atrapalhe seus outros negócios.

Acompanhe também as últimas notícias dos famosos pelo nosso Facebook.